Sexta-feira 24/09

Como manter-se bem em tempos de crise?

30 de maio de 2021
Compartilhe

Por Aline Riffel – Psicóloga e Pedagoga

 

Estamos vivenciando uma situação alarmante em relação ao adoecimento físico e emocional da população.

Não há nenhuma pessoa, nenhum ser humano, que não se sinta afetado por todas essas emoções angustiantes que tem nos acometido.

Para todos os pensamentos repetitivos e persecutórios podemos apenas: acolhe-los. Isso mesmo, se permitir pensar, digerir, sentir, e após todo esse processamento, aí sim será possível pensar em outras situações. Mas não deixe que isso leve semanas ou meses. Após um dia ou dois busque realizar outras ações, escrever, ler, encontrar motivos para agradecer e aprender sobre.

Na coluna de hoje eu gostaria de partilhar uma sugestão de atividade para os momentos de crise:

– Escreva em um papel o seu problema, com riqueza de detalhes, o que lhe incomoda na situação, nas suas atitudes, na forma como está vendo a situação.

– Agora em outra folha faça uma lista: uma lista com 10 motivos para agradecer por este problema. O que aprendeu em relação a situação, ao seu posicionamento, o que pode ser feito, o que não pode ser mudado, o quanto outras áreas da sua vida foram afetadas com esses aprendizados e agradeça, escreva obrigado 3 vezes no final da lista e busque colocar em prática cada um dos aprendizados.

Outras formas de enfrentarmos crises é realizar uma caminhada para dentro de si mesmo. Um exame de autoconsciência. Descobrir o que lhe faz bem, o que lhe acalma, o que te proporciona enxergar o lado bom da vida.

Elenque suas preocupações, seus medos e seus fantasmas. Acolha seus sentimentos e permita-se apenas perceber que somos bons e maus ao mesmo tempo e está tudo bem, somos partes e cada uma delas é importante. Busque acessar todos os aprendizados de cada situação e preservar-se de informações em demasia, de desorganização do seu tempo, e de pessoas tóxicas.

Saúde e bem-estar físico e emocional dependem de suas escolhas.

Estabeleça hábitos e uma rotina saudável. Acesse informações de forma controlada e ponderada. Limite seu tempo em cada ação e reconheça suas fragilidades.

Pronto! Um passo de cada vez, um dia de cada vez, um aprendizado de cada vez e tudo seguirá seu rumo e se organizará da melhor forma. Nada nem ninguém é perfeito, ou melhor, somos todos perfeitos, exatamente como devemos ser.

 

voltar
© Copyright Todos os direitos reservados.