Quinta-feira 20/06

Mulher indígena denunciada pelo homicídio do tio em Coronel Bicaco é absolvida

27 de outubro de 2023

Em Tribunal do Júri ocorrido na última terça-feira (24), a Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul (DPE/RS) conseguiu, por meio da tese de legítima defesa, a absolvição de uma mulher indígena denunciada pelo homicídio do tio em Coronel Bicaco, na região noroeste do Estado.

Em julho de 2017, após uma discussão, o homem atingiu a sobrinha com um soco no rosto, conforme o relato de testemunha. Em reação de defesa, a mulher atingiu o agressor com uma faca, ocasionando sua morte. A mulher teve prisão preventiva decretada no dia seguinte, e assim permaneceu até novembro do mesmo ano, quando teve sua prisão convertida em domiciliar.

Segundo a assistida da Defensoria, esse não havia sido o primeiro episódio abusivo por parte do tio. A narrativa teve endosso de uma das testemunhas, que expôs ter passado por situação também abusiva com o homem, no entanto, os casos não foram denunciados oficialmente.

Com os relatos da ré em plenário e as demais provas dos autos, o Defensor Público Paulo Freire d’Aguiar Viana de Souza conseguiu demonstrar aos jurados que a mulher agiu em legítima defesa, pois se encontrava em uma circunstância de perigo de vida.

 

 

voltar
© Copyright Todos os direitos reservados.
error: IMPORTANTE: Não autorizamos a reprodução de conteúdo em outros sites, portais ou em mídia impressa, salvo sob autorização expressa.